Ver pra crer

Não basta mais a palavra, a síndrome de São Tomé esta enraizada em nossos corações.

É verdade, mas pudera, hoje em dia as pessoas mentem sem tremer a cara.

Dizer “eu te amo, mina” já não basta, perdeu o valor. O ouvir, perdeu o valor também. Precisamos ver a demonstração desse “amor” que sai da boca como  “eu quero tomar um café”.

Eu sempre pergunto para o meu marido: Por que você não faz nenhuma declaração de amor pra mim no facebook? Sabe o que ele me diz: Pra que? Eu não falo eu te amo aqui em casa, porque que você quer que as pessoas do face saibam da nossa vida?

Eu fico com raiva, porque ele está certo, em partes. No facebook eu vejo tanta gente postando declarações de amor de chorar. Mas ai eu me pergunto, será que na vida real desse casal é assim?

Não importa eu também quero uma declaração de amor no face!

Sabe o que é isso meu povo? Orgulho. Queremos mostrar para nossas “amigas” que nosso parceiro está de quatro por nós. Queremos demonstrações públicas, porque a vida real está ficando/ficou fora de moda. A vida virtual é que importa mais hoje em dia.

E eu não vou ser hipócrita aqui, a vida virtual realmente está no topo das prioridades do ser humano. A família de comercial de margarina, o casamento de conto de fadas, os filhos mais inteligentes. É isso que nos importa, o que os olhos veem, não o que o coração está sentindo.

A vida tá um caos, o casamento está em dilúvio, os filhos são umas pestes, mas nas redes sociais tudo está as mil maravilhas, pois o que importa mesmo é o que os outros pensam de nós. É mostrar para que eles acreditem que a vida real é compatível com a virtual.

Eu quero uma declaração de amor no facebook querido.

#TatiSilveira ❤