A vida real, o fim da terapia.

Não deveria escrever esse post, mas se me proponho a falar da vida real, preciso.

Hoje é um dia difícil, como vem sendo a tempos, preciso de uma psicologa.

Nem sei como falar isso pra vocês que me seguem e gostam da baboseira que eu posto aqui. Mas eu estou a fim de desistir do blog. Está sendo muito complicado manter vida na rede e vida pessoal, se é que vocês me entendem.

A semana passada não escrevi, pois sou hipócrita, não posso desmentir as frases de otimismo que posto pelas redes sociais a fora. Tenho vontade de solicitar ao Google pra ser esquecida.

Estou com uma nuvem negra em cima da minha cabeça, e uma faca no peito a me perguntar, ou ele ou eu?

Minha vida é insuficiente pra mim, tenho que transbordar em algum lugar,  e  o “Terapia” é o mar que eu desemboco.

Como sou depressiva,  aqui é minha sala de terapia, onde falo coisas que guardo só pra mim.

Viver, é muito difícil, você tem que agradar aos outros, e suas vontades você varre pra debaixo do tapete, e como na minha casa não tem tapete, escondo nos olhos, e quando não há mais espaço suficiente, a sujeira sai em forma de lágrimas.

Bom, se você não ouvir mais falar de mim, eu desistir.

Tatiane Silveira

São Luís, 06 de fevereiro de 2017

16:11 PM

Anúncios

Sua opinião é muito importante, me escreva.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s