A vida do meu vizinho

Olha como são as coisas, conheço uma amiga a vários anos e sempre conversamos sobre vários assuntos.

Ela já sofreu um assalto a muito tempo e ficou traumatizada, eu já sabia do acontecido e como foi um assalto violento até hoje ela pensa no ocorrido.

Bem não sei muito sobre síndrome do pânico cientificamente falando mas, rotineiramente acho que isso atrapalha muito a vida de quem sai de casa com medo de tudo e de todos, deve ser um horror.

E por mais que eu já tenha uma amizade de longa data com essa amiga nunca percebi esse medo “de gente” que lhe atormenta 24 horas por dia.

Resumindo fiquei me perguntando: porque sempre achamos que a vida do vizinho sempre nos parece muito melhor do que realmente é?

Sabe porquê?

Só olhamos para as pessoas superficialmente! Só prestamos atenção se ela está magra ou gorda, se está com uma roupa de marca ou uma roupa de camelô, se sua bolsa é da Prada ou da feira.

E pra não deixar minha marca de hipócrita penso, como nunca percebi esse problema da minha amiga?

Agora fico me perguntando, como posso ajudá-la? Acho que vou dá um livro, eles sempre falam o que não sei traduzir  em palavras.

Fica a dica: Qual a minha missão nessa vida? Ajudar o meu próximo.

Não procure mudar o mundo, fazer coisas extraordinárias como Madre Tereza de Calcutar, sua missão pode está bem do seu lado.

Tatiane Silveira

Anúncios

Sua opinião é muito importante, me escreva.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s