Confronto

Não queria mais escrever 

Mas se não falo, morro

Escrevo, pois as letras são minhas verdadeiras companheiras em todos os momentos.

A ingratidão me acertou em cheio e feriu meu coração como bala de revolver.

Prego a felicidade acima de tudo, mas estou ferida agora.

Não consigo lutar contra essa dor que despedaçou meu peito.

Preferia dor de dente a dor da malvada ingratidão.

Ela vem com ar superior e te joga no chão.

Ela é ladra, rouba teus sentimentos mais puros

Ela rouba a pedra mais preciosa, mais valiosa, mais tudo

Ela roubou minha fé

Preciso de uma maca, me leve para um lugar onde eu possa esquecer esse confronto em que eu perdi a batalha.

Tenho que me recuperar pois o mundo precisa de mim

Não estou aqui a passeio

Preciso cumprir minha missão enquanto ainda tenho tempo.

 

 

Anúncios

Sua opinião é muito importante, me escreva.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s